prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

"ECONOMIA BRASILEIRA EM FOCO"

“ECONOMIA DOMÉSTICA”

- Hoje eu quero me dirigir especialmente às mulheres e/ou homens que cuidam do consumo doméstico, principalmente as “donas de casa”, por assim dizer, que são as responsáveis pelas compras e abastecimentos dos lares!

Notamos que existem determinadas marcas famosas - que está há anos no mercado! Muito bem! Nada contra as marcas, aliás, muito pelo contrário! Adoro boas marcas (ou grifes)! - Mas, como estamos percebendo o mercado está recebendo inúmeras outras que tem qualidades e preços, as quais, muitas de nós não sabemos que oferecem de vantagens, nem experimentamos e/ou não queremos mudar!

- E em tempos de controlar custos poderemos obter aí uma boa “Economia Doméstica”, (estendendo-se para as pequenas e médias empresas num sentido amplo da atividade que operam).

- Consequentemente as “melhores e famosas marcas” tenderão a verificar custos e preços também no sentido de arrumar-se – equilibrando o mercado para o consumidor, colocando desempenho e/ou performance como “foco” das empresas produtoras das marcas (as quais não cito, pela determinação da ética profissional).

- Mas, que a nossa “Economia Brasileira” já sabe - também percebeu que está havendo uma grande enxurrada de concorrentes, determinados a abrir espaços – e conseguirão tenho certeza – o que é perfeitamente natural e legítimo, quando este tipo de concorrência é sadia e benéfica para os “trabalhadores assalariados” ou para a população em geral do nosso país, principalmente no pós-crise que o incentivo a consumir será mais acentuado!
-  Percebe-se que a “ECONOMIA” está com severas mudanças e que o consumidor está reavaliando seus conceitos, graças a Deus! Demorou!

Fonte: Pesquisa Pessoal “in loco”
Ctba, 28/set/09
Economista e Professora Mª M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.