prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

sábado, 31 de julho de 2010

professoramariateconomica [licensed for non-commercial use only] / FrontPage

professoramariateconomica [licensed for non-commercial use only] / FrontPage

"ECONOMIA AERONÁUTICA" - EMBRAER.

AVIAÇÃO - JAL DEVE GASTAR US2,8 BI PARA COMPRAR 65 AVIÕES, DIZ AGÊNCIA
-  A Embraer é a terceira maior fabricante de jatos comerciais do mundo depois da Airbus e da Boeing.
   A Japan Airlines planeja destinar 241,5 bilhões de ienes (2,8 bilhões de dólares) nos próximos cinco anos para comprar 65 aeronaves, à medida que a empresa adapta sua frota para aviões menores e mais eficientes, disse neste sábado (31) a agência de notícias Jiji.
   A JAL, que pediu proteção contra falência em janeiro como parte de uma reestruturação conduzida pelo Estado, planeja aposentar aviões maiores, como o jumbo da Boeing 747-400, na tentativa de economizar em cinco anos 100 bilhões de ienes em gastos com combustíveis, segundo a reportagem.
  A companhia irá adquirir até 2014/15 da Boeing 18 unidades do modelo 787-8, 29 aviões 737-800, 9 aeronaves 767-300ER, além de 9 unidades do modelo 170 da brasileira Embraer.
  A JAL já começou a vender 95 aparelhos antigos, esperando arrecadar 62,5 bilhões de ienes com as vendas.
  A Embraer é a terceira maior fabricante de jatos comerciais do mundo depois da Airbus e da Boeing.
 "A JAL está migrando para o uso de aviões menores e mais eficientes na questão de combustíveis. A revisão da frota será abordada no Plano de Revitalização que pretendemos apresentar até o fim de agosto", afirmou neste sábado a porta-voz da companhia, Sze Hunn Yap, sem comentar outros detalhes.
Fonte: GP on line
Ctba, 31/jul/10
Maria Prybicz

"TEM HAVER COM A ECONOMIA - TEM SIM"

DILMA ABRE VANTAGEM DE 5 PONTOS SOBRE SERRA NA PESQUISA IBOPE

- Petista tem 39% das intenções de voto contra 34% do tucano. A candidata do PV, Marina Silva, aparece com 7%. Gestão de Lula é avaliada como ótima ou boa por 77% do eleitorado.
  A candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT) aparece cinco pontos porcentuais à frente de José Serra (PSDB) na pesquisa de intenção de voto divulgada ontem pelo Ibope. A petista recebeu 39% das intenções e o tucano alcançou 34%. A candidata do PV, Marina Silva, teve 7% das intenções.
  Os candidatos Ivan Pinheiro (PCB), José Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), José Maria Eymael (PSDC), Plínio Arruda Sampaio (PSol) e Rui Costa Pimenta (PCO) não atingiram 1%. Votos brancos e nulos somaram 7% e os indecisos são 12%.
  Na simulação de um eventual segundo turno, Dilma aparece com 46% dos votos, e Serra tem 40%. Nesse cenário, brancos e nulos somam 6% e indecisos 8%. Serra tem a maior rejeição entre os presidenciáveis, com 24%. Os que não votariam em Dilma são 19%. E 13% dizem que não votariam em Marina.
  Na pesquisa Ibope anterior, realizada entre os dias 27 e 30 de junho, Dilma e Serra apareciam empatados, ambos com 36% no cenário que incluía todos os candidatos. Marina havia registrado 8% na ocasião. Na simulação do segundo turno, Serra e Dilma também estavam empatados, com 43%.
Avaliação do governo
  A pesquisa Ibope também perguntou aos eleitores como avaliam o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A maior parcela do entrevistados, 77% do total, classificaram o governo como ótimo ou bom. Já para 18% dos eleitores, a administração do presidente é regular. E apenas disseram que a gestão de Lula 4% é ruim ou péssima. Não souberam ou não opinaram 1%.
Metodologia
  O levantamento de intenções de voto e da avaliação do presidente Lula, feito pelo Ibope e divulgado ontem, foi encomendado pela Rede Globo de Televisão e pelo jornal O Estado de S. Paulo. Foram ouvidos 2.506 eleitores em 174 municípios de todo país entre os dias 23 e 29 de julho (sexta da semana passada e a última quinta-feira). A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 20.809/2010.
Fonte: GP On line.
Ctba, 31/jul/10
Maria Prybicz

quinta-feira, 29 de julho de 2010

"ECONOMIA DAS TELECOMUNICAÇÕES"

Oi e Vivo: Por que uma subiu e outra despencou...
-  Até onde nos afeta a TI - Tecnologia da Informação? 
- Eterno jogo dos games - é pôquer? Ou um jogo qualquer - existem muitos interesses em jogo é claro! E o Brasil como fica nisso? Cadê a nossa Telepar?
-  Ontem a Telefónica finalmente conseguiu fechar a compra da participação da Portugal Telecom na   Vivo, pagando quase um terço a mais do que a oferta inicial. Com o anúncio os papéis ordinários da Vivo subiram mais de 10%.
   Os analistas acreditam que a pressão para comprar a Vivo mostra como o mercado espanhol da Telefónica encontra-se problemático.
   A empresa precisava expandir seu mercado e encontrou na Vivo a oportunidade ideal, agregando os serviços de celular ao seu portfólio da Telesp.
   Alguns analistas acreditam que talvez a Telefónica tenha pago demais pela Vivo. Por sua vez a Portugal Telecom temendo perder mercado no Brasil assinou um acordo para comprar 22,4% da Oi e injetar capital na empresa.
   Entretanto o anúncio não agradou os investidores. As ações ordinárias da Oi caíram quase 15% e as preferenciais 10%, as maiores quedas de toda a bolsa de valores no dia.
   Os analistas afirmam que da forma como o acordo foi anunciado os papéis da Oi ficam pressionados, mas as perspectivas futuras do negócio não poderiam ser melhores, por causa da expansão internacional da Oi, intenção manifestada pelos dirigentes das duas empresas.
Fonte: ADVFN Newsletter
Ctba, 29/jul/10
Maria Prybicz - Deputada Estadual.13787 PT

Tudo de bom Frejat

quarta-feira, 28 de julho de 2010

"ECONOMIA DAS TELECOMUNICAÇÕES"

- QUANDO A (TI) TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NOS AFETA...
Fechado: Telefónica compra a Vivo

   - A Telefónica confirmou o negócio, mas não quis divulgar o valor, segundo a imprensa internacional. Fontes próximas afirmam que a empresa espanhola comprou a participação da Portugal Telecom na Vivo por um valor estimado em US$ 9,8 bilhões.
      Em contrapartida a Portugal Telecom estaria em fase final de negociações com a Oi para a compra de aproximadamente 20% da companhia telefônica brasileira. Esse movimento teria aliviado a pressão do governo de Portugal, o qual vetou inicialmente a venda da Vivo, por considerar o mercado brasileiro estratégico.
     A idéia agora da Telefónica é unir os serviços de telefonia celular e fixa junto de sua operação na Telesp e ampliar a participação nos serviços oferecidos no mercado brasileiro.
Fonte: ADVFN Newsletter
Ctba, 28/jul/10
Maria M. Prybicz

terça-feira, 27 de julho de 2010

Continuando a questão da mediação de Maria

BOM HUMOR E OTIMISMO VOLTANDO GRADATIVAMENTE

- As principais bolsas européias abrem o dia em alta após o setor financeiro mostrar força.
Os bancos UBS e Deutsche Bank reportaram lucros acima da estimativa do mercado, deixando os investidores animados. Para os analistas os recentes resultados corporativos não poderiam vir em melhor hora, dando suporte ao mercado e confirmando a tendência de alta. Outra notícia que ajudou o setor financeiro foi o afrouxamento das exigências de capital para os bancos, reduzindo a necessidade de captação de recursos no mercado. Nos EUA os futuros dos principais índices também abrem em alta, sugerindo mais um dia de ganhos para os mercados norte-americanos após um bom dia de negociações ontem.
Fonte: ADVFN Newsletter
Ctba, 27/jul/10
Maria Prybicz

"A ECONOMIA SE CONSOLIDA SE ESTIVER ACOPLADA À POLÍTICA"

Maria Prybicz – PARA DEPUTADA ESTADUAL 13787 - PT - PARTIDO DOS TRABALHADORES

http://www.mariaprybicz.com.br/

http://mariaprybicz.blogspot.com/

quinta-feira, 15 de julho de 2010

FIEP promove evento Cidades Inovadoras

“ECONOMIA PETROLÍFERA”

-Pré-Sal: Hoje é um dia histórico !
-  Hoje a Petrobras inicia a primeira extração viável comercialmente da camada pré-sal do campo de Baleia Franca, Bacia de Campos, descoberta em 2008. A produção inicial irá aumentando gradativamente até a meta de 100 mil barris de petróleo da camada pré-sal até 2015. O processo todo utiliza tecnologias desenvolvidas especialmente para esse novo tipo de extração.

  A plataforma que fará a operação já extrai petróleo da camada pós-sal desde maio deste ano. - A extração de petróleo da camada pré-sal é um novo desafio para empresa, como mostrou o desmoronamento durante a perfuração do poço de Libra, na Bacia de Santos. Segundo a empresa neste caso, recomeça-se a perfuração do poço mais ao lado.

   A previsão é que o poço de Libra possua reservas acima de 5 bilhões de barris de petróleo.

Fonte: ADVFN Newsletter
Ctba, 15/jul/10
Maria Prybicz – p/ Dep.Est. 13787

terça-feira, 13 de julho de 2010

Militância festeja inauguração do comitê político de Dilma

Militância festeja inauguração do comitê político de Dilma

professoramariateconomica [licensed for non-commercial use only] / FrontPage

professoramariateconomica [licensed for non-commercial use only] / FrontPage

REUNIÃO POLÍTICA

O “Chapão”
- A junção do PT, PMDB, PDT e outros. Deu-se o nome de “Chapão”.
   Então, ontem estávamos reunidos no Diretório do PMDB na Rua Vicdente Machado, onde compareceu uma enorme quantia de pessoas.

   O que deu para notar que, transcorreram paralelamente várias correntes filosóficas, humanas, étnicas, regionais baseadas na política de convívio, do direito absoluto do ser humano em si, financeira e de comportamento simples e objetivo da reunião e confraternização de todos.

  Estávamos todos misturados, desde a mais alta cúpula dos partidos aos mais simples colaboradores e prestadores de serviços, ao qual agradecemos também!

  Muito saudável esta união – na minha visão – quando estamos engajados para o bem-estar de todos, sem discriminação alguma, vê-se que a despeito de tudo e de todos, queremos levar à Nação o que for melhor para uma boa governança política administrativa e financeira!
Ctba, 13/jul/10
Maria Prybicz – Dep. Est. 13787

segunda-feira, 5 de julho de 2010

sexta-feira, 2 de julho de 2010

"ECONOMIA INTERNACIONAL"

AMÉRICA LATINA CRESCE E CAUSA INVEJA AOS PAÍSES RICOS, DIZ NYT

- Resultados das políticas sociais e econômicas do Governo “LULA”. (Mª.M.Prybicz)
- O Banco Mundial estima que a região irá crescer 4,5% este ano
- Enquanto os Estados Unidos e a Europa se lamentam em cima de gigantescos déficits e ameaças a uma retomada frágil, a América Latina reserva surpresas, diz reportagem da edição de hoje do jornal The New York Times. Segundo a publicação norte-americana, de um passado de não pagamento de dívidas, desvalorização cambial e necessidade de resgate de países ricos, a América Latina está agora experimentando um crescimento que deixa com inveja as nações do Hemisfério Norte.
  A forte demanda da Ásia por matérias-primas, como minério de ferro e ouro, aliada a uma combinação de políticas em vários países latino-americanos que ajudam a controlar os déficits e manter a inflação baixa, está encorajando investimentos e alimentando o crescimento. O Banco Mundial estima que a região irá crescer 4,5% este ano.
  Segundo o jornal, o recente crescimento da região superou as próprias estimativas do governo. O Brasil, a potência emergente da região, lidera o processo de retomada da crise e cresceu 9% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. O Banco Central brasileiro previu ontem (no Relatório Trimestral de Inflação) que o crescimento em 2010 poderá atingir 7,3%, a expansão mais veloz em 24 anos.
"Como outros países latino-americanos, o Brasil precisa melhorar em infraestrutura e treinar mais engenheiros. Mas o País já reforça o crescimento dos poderes dos emergentes", ressalta o ex-oficial do Departamento do Comércio dos EUA na administração Clinton David Rothkopf, em entrevista ao The New York Times.
  Além do Brasil, o jornal destaca o México, que depois de uma contração forte no ano passado cresceu 4,3% no primeiro trimestre e pode atingir 5% este ano, possivelmente ultrapassando o ritmo de crescimento da economia dos EUA. O artigo ressalta que os países menores da América Latina, como o Peru, também estão crescendo rápido.
Fonte: GP on Line
Ctba, 02/jul/10
Prof.ª Mª M. Prybicz

quinta-feira, 1 de julho de 2010

"ECONOMIA PRODUTIVA"

POR QUE INDÚSTRIA?

- Justamente, nós mulheres como ficaríamos se não tivéssemos as máquinas de lavar, as geladeiras, os fogões, os carros e as praticidades que hoje temos em matéria de alimentos preparados e prontos para serem usados. E o microondas ou toda linha branca, melhor dizendo, onde estaríamos fazendo os trabalhos domésticos. Fala-se muito dos colonizadores, mas, se não fossem eles estaríamos vegetando nas florestas, lavando roupas nos rios, fazendo fogueira para cozinhar. Parece coisa simples do dia-a-dia, mas ser homens ou mulheres de cavernas, coisa bastante ultrapassada é claro, mas a evolução/inovação/invenção e/ou industrialização nos permitiu sair da era e tempo das cavernas quando usávamos roupas de peles de animais ou andávamos nus, sem proteção corporal contra intempéries. Estamos bem com as indústrias. Exemplo e a visão tambem dos índios de todas as nacionalidades, tentando compor um mix de produtos indígenas e da produção dos homens modernos. Ou seja, todos precisamos da modernidade produtiva presente e futura!
Ctba, 01/jul/10
Prof.ª Mª M. Prybicz



Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.