prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Governo tem novo plano para primeira infância - Fernando Dantas - Estadao.com.br

Governo tem novo plano para primeira infância - Fernando Dantas - Estadao.com.bre
- Finalmente sai do papel um programa dirigido à primeira infância - o que vem complementar outros projetos importantes nesta fase da educação infantil do nosso País!

Petrobrás dobrará produção de petróleo até 2020 - economia - - Estadão

Petrobrás dobrará produção de petróleo até 2020 - economia - - Estadão

Notícias - Fiep participa de reunião com presidente Dilma e presidente da Ucrânia - Observatório da Indústria - Sistema FIEP

Notícias - Fiep participa de reunião com presidente Dilma e presidente da Ucrânia - Observatório da Indústria - Sistema FIEP

domingo, 30 de outubro de 2011

Fabricantes de eletrodomésticos cortam custos com baixa demanda - Economia - Gazeta do Povo

Fabricantes de eletrodomésticos cortam custos com baixa demanda - Economia - Gazeta do Povo

Pá-Pé-Pi-Pó-Ponte - Entrevistas - Gazeta do Povo

Pá-Pé-Pi-Pó-Ponte - Entrevistas - Gazeta do Povo
- A liberdade para educar...

sábado, 29 de outubro de 2011

Bill Gates afirma que ser bilionário não é tudo isso - economia - internacional - Estadão

Bill Gates afirma que ser bilionário não é tudo isso - economia - internacional - Estadão

Interior sofre para acomodar novas indústrias - Economia - Gazeta do Povo

Interior sofre para acomodar novas indústrias - Economia - Gazeta do Povo
- Novamente o desenvolvimento em foco, que sofre pela falta de infraestruturas...

Pontal faz abaixo-assinado por Subsea - Economia - Gazeta do Povo

Pontal faz abaixo-assinado por Subsea - Economia - Gazeta do Povo
- Apoio da população para melhorias no aldeamento!

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

CNI: mesmo com crise, consumidor está mais otimista - Economia - Gazeta do Povo

CNI: mesmo com crise, consumidor está mais otimista - Economia - Gazeta do Povo

Após abrir em queda, Bovespa oscila; dólar cai e opera abaixo de R$ 1,69 - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Após abrir em queda, Bovespa oscila; dólar cai e opera abaixo de R$ 1,69 - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Novo sistema de câmbio reduz custos para consumidor - Economia - Gazeta do Povo

Novo sistema de câmbio reduz custos para consumidor - Economia - Gazeta do Povo

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Grupo de ativistas pinta ciclofaixa pirara em NY | Atitude Sustentável

Grupo de ativistas pinta ciclofaixa pirara em NY | Atitude Sustentável

Bovespa acompanha forte otimismo da Europa e sobe - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Bovespa acompanha forte otimismo da Europa e sobe - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Dilma e Aldo Rebelo se reúnem - Vida Pública - Gazeta do Povo

Dilma e Aldo Rebelo se reúnem - Vida Pública - Gazeta do Povo
- As ONGs na berlinda...

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Roger Waters - Mother (live) - YouTube

Roger Waters - Mother (live) - YouTube

Investidor busca segurança ao negociar ações pela internet - suascontas - - Estadão

Investidor busca segurança ao negociar ações pela internet - suascontas - - Estadão

Bovespa ganha fôlego no final com otimismo sobre Europa e fecha em alta de 1,52% - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Bovespa ganha fôlego no final com otimismo sobre Europa e fecha em alta de 1,52% - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

Gmail - Programa visa melhorar acesso ao ensino técnico e profissional - prybiczmaria@gmail.com

Gmail - Programa visa melhorar acesso ao ensino técnico e profissional - prybiczmaria@gmail.com

Gasto com TI no Brasil deve atingir US$ 144 bi em 2012 - Economia - Gazeta do Povo

Gasto com TI no Brasil deve atingir US$ 144 bi em 2012 - Economia - Gazeta do Povo
- Gastos imprescindíveis....

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Riqueza dos brasileiros hoje equivale à dos americanos em 1925 - Radar Econômico - Estadao.com.br

Riqueza dos brasileiros hoje equivale à dos americanos em 1925 - Radar Econômico - Estadao.com.br

Dilma prorroga Zona Franca de Manaus por 50 anos - Economia - Gazeta do Povo

Dilma prorroga Zona Franca de Manaus por 50 anos - Economia - Gazeta do Povo

Djavan - Eu Te Devoro (ao vivo) - YouTube

Djavan - Eu Te Devoro (ao vivo) - YouTube

À espera da reunião da UE, Bovespa abre em alta - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

À espera da reunião da UE, Bovespa abre em alta - E&N Tempo Real - Estadao.com.br

China desacelera e preocupa - Economia - Gazeta do Povo

China desacelera e preocupa - Economia - Gazeta do Povo

sábado, 22 de outubro de 2011

"ECONOMIA E EDUCAÇÃO"


EDUCAÇÃO EM FOCO, COMO RESULTADO NO PIB
 -  Mercados emergentes têm carência de dirigentes e técnicos gestores de capital humano para satisfazer no curto e médio prazo as demandas por produtos e serviços. Estes mercados precisam fazer altos investimentos em educação de sua população mais jovem, ou seja, na fase fundamental! Embora seja tarde demais. Ainda assim, grandes empresas serão aquelas que conseguirão reter, desenvolver e motivar seu talento e atrair um capital humano de qualidade dos mercados locais, inclusive dos internacionais. Isso só pode ser alcançado através de grandes esforços conjuntos por parte dos governos e entidades privadas para minimizar a diferença com a falta de capital humano – o passo necessário para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos países emergentes (Brasil e outros) de acordo com as oportunidades que estão surgindo de minuto a minuto deste cenário. Nações desenvolvidas obtiveram economias estáveis e sólidas economicamente falando, somente em razão de enfrentarem esta questão no passado! Não existe milagre, ou outra maneira. O “slogan” é educar para sobreviver neste mundo bastante competitivo.
Fonte: A Economia Brasileira, o Apagão de Talentos e o Recrutamento Estratégico. Por Alfredo Assumpção.
Ctba, 22/out/11
Maria Prybicz

Banco do Brasil segue Copom e reduz juros - Economia - Gazeta do Povo

Banco do Brasil segue Copom e reduz juros - Economia - Gazeta do Povo

Banda larga popular chegará a 51 cidades - Economia - Gazeta do Povo

Banda larga popular chegará a 51 cidades - Economia - Gazeta do Povo

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Copom reduz juro em 0,50 ponto porcentual, para 11,50% ao ano - economia - - Estadão

Copom reduz juro em 0,50 ponto porcentual, para 11,50% ao ano - economia - - Estadão
Taxa de juros Selic não controla inflação. A década de 80 marcada por inflação galopante, usava-se SELIC para tentar controlar!
O mercado mundial é diferente. Selic não tem poder algum sobre a inflação mundial. Além disto a redução da Selic reduz os gastos público em bilhões, então teremos a redistribuição dos recursos, não ficando concentrado na rede bancária!

Senado muda regras de divisão dos royalties - Vida Pública - Gazeta do Povo

Senado muda regras de divisão dos royalties - Vida Pública - Gazeta do Povo

terça-feira, 18 de outubro de 2011

"ECONOMIA NACIONAL TRIBUTÁRIA"


ICMS É O TRIBUTO MAIS CUSTOSO
Jornal do Comércio / PE
Junto com as contribuições previdenciárias, o ICMS é o que mais gera dificuldade entre empresários, aponta sondagem da Fiepe
Os empresários industriais de Pernambuco consideram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e as contribuições previdenciárias os tributos mais prejudiciais à competitividade do setor. A constatação é da Sondagem Especial Tributação, elaborada no último mês de setembro pela Unidade de Pesquisas Técnicas da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe). Cerca de 65% dos entrevistados citaram esses dois tributos como os que causam os maiores impactos negativos à atividade de suas companhias.
As empresas de pequeno porte foram as que mais reclamaram do ICMS e dos encargos previdenciários, apontando-os como os mais nocivos em uma lista de oito opções: PIS, Cofins, Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e Imposto Sobre Serviços (ISS). A pesquisa também buscou encontrar soluções para os atuais entraves tributários. Segundo a maioria das citações dos empresários (61,4%), a unificação das alíquotas de ICMS deveria ser prioritária em uma possível reforma do sistema de cobrança de impostos no Brasil.
Simplificar os procedimentos e acabar com a cobrança nas fronteiras (feita na entrada de caminhões no Estado) e com a substituição tributária (regime onde o fabricante de determinado produto é que arca com o ICMS e não quem irá vendê-lo, utilizado para artigos de difícil fiscalização como cigarros e bebidas) foram outras sugestões dos empresários pesquisados.
"Em síntese, os resultados da pesquisa mostram o retrato de uma estrutura tributária ultrapassada e inadequada aos desafios atuais do mundo corporativo, com sua alta exigência de competitividade e inovação, fazendo com que não só o Estado de Pernambuco como o Brasil perca competitividade e, consequentemente, mercado", comenta o texto da sondagem.
Fonte: Padrão Auditoria [mailto:nestor@padraoauditoria.com.br] 
Ctba, 18/out/11
Maria Prybicz


"ECONOMIA E SAÚDE"


 A SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR
 - Cerca de 30% das pessoas que sofrem de enxaquecas recorrentes sofrem distúrbios sensoriais pouco antes da cefaleia. Conhecidos como aura, esses distúrbios geralmente são visuais, como pontos cegos ou flashes de luz. Também podem aparecer sensações de formigamento ou amortecimento, ou, ainda, dificuldade em falar e entender o que está sendo dito.

"O mais comum era um cheiro de queimado ou de fumaça", falou Robbins.
 Odores de decomposição, como de lixo ou esgoto, foi o segundo tipo mais comum. Algumas pessoas descreveram cheiros agradáveis, como o de laranjas, café ou foie gras (foie gras (pronúncia [fwɑ gʁɑ], ou "fuá-grá") – termo que em francês significa "fígado gordo" – é o fígado de um pato ou ganso que foi super-alimentado. ...)
Acredita-se que os sintomas da aura envolvam um fenômeno chamado "depressão cortical alastrante", em que uma onda de atividade elétrica aumentada nos neurônios é seguida de uma onda de atividade deprimida, disse Robbins.
O mesmo fenômeno pode ser responsável pelas alucinações olfativas - e, como os centros olfativos do cérebro ocupam muito menos espaço que os centros visuais, isso pode, teoricamente, explicar por que as alucinações olfativas são menos comuns.
De acordo com Robbins, é possível que algumas pessoas que sofrem de enxaquecas e alucinações olfativas não reconheçam o fenômeno. Quando as pessoas enxergam linhas em ziguezague, sabem que algo está errado, mas, no caso de um cheiro, é fácil supor que vem de algum lugar concreto.
Como alguns transtornos, a exemplo do mal de Parkinson, podem levar uma pessoa a sentir cheiros que não estão presentes, qualquer alucinação desse tipo que não seja acompanhada de cefaleia deve ser levada à atenção de um médico, ele avisou.
Fonte: O Estadão
Ctba, 18/out/11
Maria Prybicz




Aos dez anos, Tesouro Direto muda para ganhar popularidade - Economia - Gazeta do Povo

Aos dez anos, Tesouro Direto muda para ganhar popularidade - Economia - Gazeta do Povo

PT Paraná - Partido dos Trabalhadores :: TV Educativa esconde discurso de Dilma e mostra apenas Beto e Ducci

PT Paraná - Partido dos Trabalhadores :: TV Educativa esconde discurso de Dilma e mostra apenas Beto e Ducci

PT Paraná - Partido dos Trabalhadores :: TV Educativa esconde discurso de Dilma e mostra apenas Beto e Ducci

PT Paraná - Partido dos Trabalhadores :: TV Educativa esconde discurso de Dilma e mostra apenas Beto e Ducci

Na África, Dilma critica Europa e pede mais poder no FMI - Vida Pública - Gazeta do Povo

Na África, Dilma critica Europa e pede mais poder no FMI - Vida Pública - Gazeta do Povo

domingo, 16 de outubro de 2011

sábado, 15 de outubro de 2011

Bancos públicos ignoram efeitos da crise e reduzem reservas contra calote - economia - - Estadão

Bancos públicos ignoram efeitos da crise e reduzem reservas contra calote - economia - - Estadão

Jota Agostinho » Arquivo do Blog » TAPA DE LUVA

Jota Agostinho » Arquivo do Blog » TAPA DE LUVA

Movimento vai pressionar pela queda do juro - economia - brasil - Estadão

Movimento vai pressionar pela queda do juro - economia - brasil - Estadão
- Finalmente as redes sociais devem auxiliar neste aspecto, da mobilização de juros mais baixos!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Dólar tem nova queda e recua para R$ 1,73 - Economia - Gazeta do Povo

Dólar tem nova queda e recua para R$ 1,73 - Economia - Gazeta do Povo

Japão e Coreia vão à OMC contestar alta do IPI para carros importados - economia - - Estadão

Japão e Coreia vão à OMC contestar alta do IPI para carros importados - economia - - Estadão

‘Brasil deixou de ser emergente. Já emergiu’, diz ex-secretária de Estado norte-americana - economia - brasil - Estadão

‘Brasil deixou de ser emergente. Já emergiu’, diz ex-secretária de Estado norte-americana - economia - brasil - Estadão
- Reconhecemos que já emergimos sim!!

Caia na rede com moderação - Economia - Gazeta do Povo

Caia na rede com moderação - Economia - Gazeta do Povo
- Redes sociais em foco...

Integração garante verba para o metrô curitibano - Vida e Cidadania - Gazeta do Povo

Integração garante verba para o metrô curitibano - Vida e Cidadania - Gazeta do Povo
- Finalmente o projeto antigo esperado há muito tempo vai ter a sua conclusão final!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

"ECONOMIA NACIONAL EM FOCO"


"A economia significa o poder de repelir o supérfluo no presente, com o fim de assegurar um bem futuro e sobre este aspecto representa o domínio da razão sobre o instinto animal."
Thomas Wittlam Atkinson

Petrobras prevê produção de 2,1 mi de barris/dia - Economia - Gazeta do Povo

Petrobras prevê produção de 2,1 mi de barris/dia - Economia - Gazeta do Povo

Falta de garantia e planejamento inibe crédito para microempresa - Economia - Gazeta do Povo

Falta de garantia e planejamento inibe crédito para microempresa - Economia - Gazeta do Povo
- Dificuldades das micro e pequenas empresas - financiamentos mais acessíveis e menos burocráticos!

Dilma alia obra do metrô à candidatura de Gleisi em 2014 - Vida Pública - Gazeta do Povo

Dilma alia obra do metrô à candidatura de Gleisi em 2014 - Vida Pública - Gazeta do Povo
- Novas alianças PDT e PT para Prefeitura em 2012 e Governo do Estado em 2014...

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Lula recebe World Food Prize nos Estados Unidos - MobilizaçãoBR

Lula recebe World Food Prize nos Estados Unidos - MobilizaçãoBR
- Merecidamente premiado...

BNDES libera quase R$ 650 milhões para seis novos shoppings - Economia - Gazeta do Povo

BNDES libera quase R$ 650 milhões para seis novos shoppings - Economia - Gazeta do Povo
- O sucesso está nos shoppings...

Aliança de bolsas permitirá dupla listagem, diz presidente da BM&FBovespa - Economia - Gazeta do Povo

Aliança de bolsas permitirá dupla listagem, diz presidente da BM&FBovespa - Economia - Gazeta do Povo

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Aumenta a procura por fundos cambiais - economia - versaoimpressa - Estadão

Aumenta a procura por fundos cambiais - economia - versaoimpressa - Estadão

Empresa chinesa encomenda 13 jatos da Embraer - economia - geral - Estadão

Empresa chinesa encomenda 13 jatos da Embraer - economia - geral - Estadão

"ECONOMIA E PLANEJAMENTO"


PAPEL PARA O PLANEJAMENTO

- Hayek admitiu em "O Caminho da Servidão", que no caso de combate ao desemprego crônico, o planejamento pode desempenhar o seu papel e que a forma correta de planejamento não pode levar a opressão. Como ele mais tarde expressou, "Tanto quanto os planos do governo para a concorrência ou etapas em que a concorrência não pode fazer o trabalho, não há nenhuma objeção." Ele também acreditava que o Estado pode ter o dever moral de intervir e que era admissível para desde que o espírito da livre iniciativa não foi comprometido.
"Não pode haver dúvida de que algum mínimo de comida, abrigo e roupas, o suficiente para preservar a saúde e a capacidade de trabalho, pode ser assegurado a todos", escreveu ele. "Onde, como no caso de doença e acidente, nem o desejo de evitar essas calamidades, nem os esforços para superar suas conseqüências são, em regra enfraquecido pela prestação de assistência - onde, em suma, que lidamos com riscos seguráveis ​​genuinamente - - o caso para o Estado está ajudando a organizar um sistema abrangente de seguridade social é muito forte ".

Fonte:Bloomberg View, por Nicholas Wapshott

Ctba, 10/out/11
Maria Prybicz

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Na Turquia, Dilma propõe pacto contra ‘guerra monetária’ - economia - brasil - Estadão

Na Turquia, Dilma propõe pacto contra ‘guerra monetária’ - economia - brasil - Estadão

"ECONOMIA NACIONAL - E OS RECURSOS"


O ESGOTAMENTO DOS RECURSOS
- O modelo de consumo do planeta é o dos ricos. Por que razões não teriam todos os chineses e todos os indianos direito a ter também cada um o seu carro? A pressão coletiva que resulta é desastrosa, simplesmente porque os ricos se dotaram de um perfil de consumo cuja generalização é inviável. 
- Esta política se traduz numa pressão sobre recursos não-renováveis que o planeta não pode suportar. Os dados sobre o esgotamento da vida nos mares, a erosão dos solos, a redução das reservas de água doce nos lençóis freáticos, a destruição acelerada da biodiversidade, o desmatamento e outros processos estão hoje sendo acompanhados em detalhe, numa demonstração impressionante do que podemos chamar de capacidade técnica e impotência política, pois todos vêem as coisas acontecer, e ficamos passivos, pois não há correspondência entre os mecanismos políticos e a realidade que temos que enfrentar, entre a dimensão dos desafios e os mecanismos de gestão.
Fonte: Ladislau Dowbor
Ctba, 07/10/11
Maria Prybicz

"ECONOMIA NACIONAL - SUSTENTABILIDADE"


ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE URBANA
- Mais da metade da população mundial vive hoje em cidades e, até 2050, serão mais de 75%. Só no Brasil a população urbana chega a 85%, o que coloca este tema como uma das grandes prioridades das políticas públicas do País.
As cidades também são responsáveis por cerca de dois terços do consumo mundial de energia e por 75% de todos os resíduos gerados pela população. Neste contexto, falar de dignidade humana, equidade e justiça social, segurança, trabalho, educação, economia, mudanças climáticas, saúde, meio ambiente, enfim, de qualidade de vida, é falar de cidades sustentáveis.
Sustentar origina-se do latim sustento, que significa suportar, suster, defender, proteger, favorecer, manter, conservar, cuidar. E sustentabilidade é a característica ou condição de renovação do conjunto de elementos necessários à manutenção da vida. Conforme dados da Organização WWF, nosso consumo de recursos naturais está perto de esgotar a capacidade do planeta de regenerá-los para sustentar a vida na Terra.
Segundo a ambientalista indiana Vandana Shiva, “a regeneração é parte da essência da vida e é o principio central que guia sociedades sustentáveis - sem regeneração não pode haver sustentabilidade.
A sociedade industrial moderna, contudo, não tem tempo para pensar em regeneração e, portanto, não tem espaço para viver de forma regenerativa. Sua “desvalorização dos processos regenerativos é a causa tanto da crise ecológica como da crise de sustentabilidade”. Caso esta tendência continue, em 2050 precisaremos de um segundo planeta para atender às nossas demandas de recursos (energia, água, alimentação etc.) a fim de manter o atual padrão de consumo.
Estamos vivendo um momento muito importante para a nossa civilização, e um novo modelo de desenvolvimento está sendo desenhado. O que torna fundamental a substituição da abordagem linear por uma abordagem sistêmica em todos os processos.
Ctba, 07/out/11
Maria Prybicz

Três mulheres dividem o Nobel da Paz de 2011 - geral - geral - Estadão

Três mulheres dividem o Nobel da Paz de 2011 - geral - geral - Estadão

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

"ECONOMIA NACIONAL - BOVESPA"

Bovespa sobe mais de 2%


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera na máxima do dia, com alta de 2,45%, aos 52.283 pontos, às 11h34 (horário de Brasília). Já o dólar comercial recua 1,5%, cotado a R$ 1,80. Em Nova York, Dow Jones sobe 0,14%, Nasdaq avança 0,68% e  S&P 500 tem ganho de 3,69%.
Fonte: O Estadão, por hugopassarelli
Ctba, 06/out/11
Maria Prybicz

Apego exagerado ao filho pode desencadear síndrome do ninho vazio | Minha Vida

Apego exagerado ao filho pode desencadear síndrome do ninho vazio | Minha Vida

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Presidente mundial da Renault oficializa investimentos em São José dos Pinhais - Economia - Gazeta do Povo

Presidente mundial da Renault oficializa investimentos em São José dos Pinhais - Economia - Gazeta do Povo

Bancos europeus no Brasil sentem crise - negocios - setorfinanceiro - Estadão

Bancos europeus no Brasil sentem crise - negocios - setorfinanceiro - Estadão

Consultoria "ensinará" governo do Paraná a ter R$ 1,3 bi em caixa - Vida Pública - Gazeta do Povo

Consultoria "ensinará" governo do Paraná a ter R$ 1,3 bi em caixa - Vida Pública - Gazeta do Povo

"ECONOMIA NACIONAL - CATEGORIA SIMPLES NACIONAL"


SIMPLES NACIONAL
Empresa do setor automotivo consegue reintegração ao Simples Nacional
O processo ainda não está em Trânsito em Julgado. Porém, a empresa já goza dos benefícios de estar reintegrada ao Simples Nacional.
Edson Pinto
Por meio de um Agravo de Instrumento, o Tribunal de Justiça de São Paulo deferiu a reintegração da empresa Silvia Teresa Fadiga Martins, especializada em peças e serviços para vans e micro-ônibus, às prerrogativas do Simples Nacional. O Advogado Especialista em Tributos e Diretor do Escritório Edson Pinto Advogados, Dr. Edson Pinto, comemora a decisão, uma vez que o Mandado de Segurança, impetrado junto à segunda Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo, em primeira instância, havia sido negado.
“O processo ainda não está em Trânsito em Julgado. Porém, a empresa já goza dos benefícios de estar reintegrada ao Simples Nacional. Vale lembrar que há cerca de dois meses, a empresa foi surpreendida com a notificação de exclusão do S.N, considerada uma decisão ilegal e inconstitucional, pois ela apresenta todos os requisitos morais e financeiros para aderir ao programa. Em pouco tempo, conseguimos uma liminar favorável”, comenta o especialista.
Entenda o Simples Nacional
O Simples Nacional estabelece normas gerais relativas ao tratamento tributário diferenciado e favorecido a ser dispensado às microempresas e empresas de pequeno porte no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, mediante regime único de arrecadação, inclusive obrigações acessórias.
Os limites máximos de receita bruta anual para enquadramento no Simples Nacional previstos na LC nº. 123/2006 são para a Microempresa (R$240.000,00) e Empresa de Pequeno Porte (R$ 2.400.000,00). “Nos termos do § 1º do inciso II do artigo 3º da Lei Complementar, considera-se receita bruta o produto da venda de bens e serviços nas operações de conta própria, o preço dos serviços prestados e o resultado nas operações em conta alheia, não incluídas as vendas canceladas, os serviços contratados e não prestados e os descontos incondicionais concedidos”, informa Dr. Edson.
O Simples Nacional unifica o recolhimento mensal, mediante documento único de arrecadação, do IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS, INSS, ICMS e ISS. “Muitas vantagens possuem aqueles que optarem pelo Simples Nacional, como menor tributação, simplicidade no âmbito da legislação tributária, previdenciária e trabalhista, simplificação no pagamento de diversos tributos abrangidos pelo sistema, mediante uma única guia, possibilidade de tributar as receitas à medida do recebimento das vendas, nas licitações será assegurada, como critério de desempate, preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte”, lembra.
Fonte: Revista Incorporativa / Padrão Auditoria
Ctba, 05/out/11
Maria Prybicz



segunda-feira, 3 de outubro de 2011

"ECONOMIA COM SUSTENTABILIDADE"


CIDADES ECONOMICAMENTE SUSTENTÁVEIS

CIDADES COM CICLISTAS SÃO MAIS FELIZES, CRIATIVAS E, SIM, MAIS RICAS

- O estudioso de planejamento urbano Richard Florida cruzou o porcentual de ciclistas em cidades americanas com seus índices de renda e bem-estar. Chegou à conclusão de que centros urbanos com boas proporções de pessoas que pedalam para ir ao trabalho têm média salarial superior. Nesses locais, grande parte da economia se baseia na produção de conhecimento e o grau de instrução dos moradores também costuma ser mais alto. Os índices de felicidade e bem-estar acompanham. 
A explicação estaria no fato de que cidades que favorecem a bicicleta tendem a atrair o que ele chama de classe criativa — cientistas, engenheiros, educadores, escritores e artistas. Santa Bárbara, na Califórnia, por exemplo, tem um porcentual de ciclistas 6 vezes maior que os EUA. A renda é 18% superior, e 45% dos trabalhadores são da classe criativa. É gente produtiva e inovadora que recebe melhores salários e faz a economia local progredir. “Bicicletas nas ruas contribuem para a imagem de uma cidade verde e saudável, onde se quer viver”, diz Florida. 
Fonte: Revista Galileu
Ctba, 03/out/11
Maria Prybicz

Dilma diz que ajustes fiscais drásticos "aprofundam" a crise - Economia - Gazeta do Povo

Dilma diz que ajustes fiscais drásticos "aprofundam" a crise - Economia - Gazeta do Povo

"ECONOMIA NACIONAL E TAXA SELIC"


TAXA SELIC ABAIXO DE DOIS DÍGITOS – IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO!

A presidente Dilma Rousseff quer aproveitar a crise internacional para reduzir a taxa básica de juros para pelo menos 9% no ano que vem, mas com cautela, segundo fontes do governo, para evitar que a inflação coloque em risco o consumo da nova classe média. A estratégia embute o risco de os preços continuarem elevados, com a inflação rodando acima da meta do governo por mais tempo que o desejado, o que corrói o poder de compra do consumidor.
O plano de vôo traçado pelo Planalto e relatado à reportagem por dois ministros e um secretário de governo, prevê uma queda de 3 pontos porcentuais na taxa Selic, hoje em 12%. O corte seria possível, na avaliação do governo, porque a crise internacional provocaria queda de preços. A ordem é cortar juros, mas sempre dizendo que o ritmo vai ser determinado com "prudência".
Para o Planalto, ainda há "margem de manobra" para que a Selic caia depois que o BC cortou a taxa preventivamente, em agosto, em meio ponto porcentual. "Estamos tomando todo o cuidado para que o excesso de remédio não prejudique o paciente", resumiu o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. "O governo vai zelar para que aqueles que ascenderam a um nível de consumo maior não percam isso de jeito nenhum."

-  A presidente da República, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira (30) que a crise econômica internacional é uma oportunidade para o Banco Central reduzir ainda mais a taxa básica de juros (Selic). “Graças ao nosso compromisso de robustez fiscal, estamos dando espaço para que o Banco Central, diante da crise, possa realizar uma cautelosa e responsável redução da taxa básica de juros”, disse ela à plateia de empresários e executivos que participam de um fórum promovido pela revista Exame.

-  O mercado tem de permanecer aquecido, portanto é justa a medida!
Fonte: Gazeta do Povo
Ctba, 03/out/11
Maria Prybicz

Dilma tenta destravar acordo de livre comércio com europeus - Economia - Gazeta do Povo

Dilma tenta destravar acordo de livre comércio com europeus - Economia - Gazeta do Povo
- Mercosul em foco...vejam

domingo, 2 de outubro de 2011

"ECONOMIA NACIONAL E A ARRECADAÇÃO DE TRIBUTOS"


ECONOMIA AQUECIDA FORTEMENTE


- Com a Economia aquecida como está no momento, é natural que a arrecadação tambem cresça! Mas, a 36,5% do PIB é bastante alta - requer uma revisão na tributação em geral!
Fonte: O Estadão
Ctba, 02/ou/11
Maria Prybicz

Arrecadação cresce e deve levar carga tributária a recorde de 36,5% do PIB - economia - versaoimpressa - Estadão

Arrecadação cresce e deve levar carga tributária a recorde de 36,5% do PIB - economia - versaoimpressa - Estadão
- Com a Economia aquecida como está no momento, é natural que a arrecadação tambem cresça! Mas, a 36,5% do PIB é bastante alta -
requer uma revisão na tributação em geral!

Renault/Nissan quer dobrar participação no mercado brasileiro até 2016 - Economia - Gazeta do Povo

Renault/Nissan quer dobrar participação no mercado brasileiro até 2016 - Economia - Gazeta do Povo

Gasto do BNDES com infraestrutura deve crescer no ano - Economia - Gazeta do Povo

Gasto do BNDES com infraestrutura deve crescer no ano - Economia - Gazeta do Povo

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.