prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

sexta-feira, 31 de julho de 2015

COOPERAÇÃO ACIMA DE QUALQUER AFINIDADE POLÍTICA!
“Nós devemos cooperar cada vez mais, independentemente de nossas afinidades políticas. A cooperação federativa é uma exigência constitucional, é uma exigência da forma como nós organizamos o Estado e a sociedade brasileira. Nós também devemos respeitar a democracia, e devemos somar forças e trabalhar para melhor atender a população”, acrescentou a presidenta.
“Nós temos a humildade para receber críticas e sugestões e temos todo interesse na cooperação. Eu queria dizer aos senhores que eu, pessoalmente, sei suportar pressão e até injustiça. Isso é algo que qualquer governante tem que se capacitar e saber que faz parte de sua atuação”, afirmou, antes de declarar que conta com os governadores e que eles podem contar com ela.
Dilma disse que tem o “ouvido aberto e também o coração” para saber que o Brasil se desenvolveu e “não se acomoda”. “É aquele Brasil que não se satisfaz com pouco, que sempre quer mais. É esse o Brasil que nós queremos cada vez mais, desenvolvido, crescendo cada vez mais”, afirmou.
Fonte: JB
Ctba, 31/jul/15
Maria Prybicz

terça-feira, 28 de julho de 2015

QUEM TEM ALGO POR VIVER!
 FRIEDRICH WILHELM NIETZSCHE
“Quem tem algo por que viver, é capaz de suportar qualquer coisa.” 

"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.” 

Como? É o homem apenas um erro de Deus? Ou é Deus unicamente um erro do homem? Quem “criou” quem? ou seria como se “criou”? 

“Jamais alguém fez algo totalmente para os outros. Todo amor é amor próprio. Pense naqueles que você ama: cave profundamente e verá que não ama à eles; ama as sensações agradáveis que esse amor produz em você! Você ama o desejo, não o desejado.” 

“Nada lhe pertence mais que seus sonhos.” 

“Tudo o que não nos destrói, torna-nos mais fortes.” 

“A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.” 

“A esperança é o derradeiro mal; é o pior dos males, porquanto prolonga o tormento.” 

“Em geral, as mães, mais que amar os filhos, amam-se nos filhos.” 

Fonte: Home  Friedrich Wilhelm Nietzche
Ctba, 28/jul/15
Maria Prybicz

sexta-feira, 24 de julho de 2015

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Mireille Mathieu - Himno al amor


Mireille Mathieu - Caruso


Amira Willighagen - O Mio Babbino Caro - HD - André Rieu (Love in Venice...

Meu querido papa!





segunda-feira, 20 de julho de 2015

NOVA ORDEM ECONÔMICA E/OU CICLOS ECONÔMICOS!

O Brasil vive, há séculos,  protelando suas crises por faltar às lideranças ousadia histórica de tomar decisões que cortem com o passado perverso. Sempre se fazem conciliações negociadas a pretexto da governabilidade. Desta forma sutilmente se preservam os privilégios das elites e novamente as grandes maiorias são condenadas continuar na marginalidade social.

A crise do capitalismo é notória. Mas nunca se fazem cortes estruturais que inaugurem nova ordem econômica. Sempre se recorre a ajustes que preservam a lógica exploradora de base, como ocorreu recentemente com a Grécia. Bem disse Platão em meio à crise da cultura grega: “as coisas grandes só acontecem no caos e na krisis”. Com a de-cisão, o caos e a crise desaparecem e nasce  nova esperança.

Então se inicia "uma nova ordem econômica" - novo tempo que, esperamos, seja mais integrador, mais humanitário e mais cuidador da Casa Comum.
 
Fonte:JB, por Leonardo Boff 
Ctba, 20/jul/15
Maria Prybicz

sexta-feira, 17 de julho de 2015

quinta-feira, 16 de julho de 2015

ESTRESSES!

Reduzir o estresse. Um trabalho da Universidade de Harvard, de 2012, publicado em Plos One, explica que os telômeros se reduzem de maneira natural com o passar do tempo, mas há circunstâncias que aceleram esse processo, como o estresse que nos faz envelhecer de forma precoce. Como enfrentar isso? Seguir um estilo de vida saudável, sair com os amigos, ter afeições, escrever o que sentimos, fazer exercícios de respiração e encarar os desafios com alegria, e não com angústia, são estratégias muito eficazes para controlar o estresse. “E não podemos esquecer que levar uma vida sexual ativa é outro modo muito agradável de combater a ansiedade”, lembra o sexólogo Vicente Briet García.

Fonte: El País
Ctba, 16/jul/15
Maria Prybicz

quarta-feira, 15 de julho de 2015

ALGUEM TEM QUE FAZER ALGUMA COISA!

Presidente Dilma, enfrente o "panelaço" que lhe cabe! Não sofra calada à desresponsabilização do Legislativo e do Judiciário no aumento das despesas. Vete os gastos propostos de quase R$ 80 bilhões nos próximos três anos, que nas últimas semanas foram postos no seu caminho. E vá à televisão mostrar à sociedade, com clareza, que, para desgastá-la, alguns oportunistas recusam os caminhos institucionais e ensaiam jogar o Brasil no caos financeiro.
 
Um dos problemas mais complicados –principalmente nas "ciências" sociais– é o estabelecimento de relações de causalidade. O festejado aumento recente de protagonismo do Poder Legislativo, essencial à consolidação do processo democrático no regime presidencialista, é a causa eficiente da visível irresponsabilidade fiscal que ele tem revelado? O maior equilíbrio de forças entre o Executivo, que formula o Orçamento, e o Legislativo, que o modifica, aprova e fiscaliza a sua execução, é necessariamente um mal? Por que um projeto proposto por um deputado ou senador é sujeito a mais desconfiança do que quando ele mesmo é submetido, pelos nebulosos caminhos da burocracia, na proposta orçamentária?
 
É impossível proibir, sem anular o Poder Legislativo, emendas ou modificações de gastos dentro das boas regras orçamentárias universais.
 
Elas exigem que (1) caibam no teto técnica e honestamente estabelecido para a receita total, ou seja, apenas substituam outras de valor equivalente, que, (2) quando o teto é violado, sejam acompanhadas pela aprovação de aumento da receita (imposto ou contribuição) igual e simultâneo, que (3) despesas de caráter permanente não sejam financiadas por aumento de receitas eventuais ou aleatórias e que (4) se considere que o investimento de hoje é despesa de custeio permanente de amanhã.
 
Essas regras têm sido abusadas pelos três Poderes, num conluio permissivo preocupante que ameaça a estabilidade financeira do país.

Seguramente, não foi o aumento do protagonismo do Legislativo, que, aliás, ajudou a aprovar boa parte do "ajuste" proposto pelo governo, que produziu a irresponsabilidade. Foi a visível e crescente desorientação do Executivo e do PT que estimularam a oportunística "farra fiscal" à qual não faltou, sequer, o Poder Legislativo! Dá tristeza e preocupação assistir ao que poderia ser um enorme avanço civilizatório, uma Câmara independente funcional e ágil, revelar-se uma assembleia de diretório acadêmico, onde a repetitiva gritaria ignorante de um esquerdismo infantil e o abuso de uma direita troglodita prevalecem sobre o bom senso.
 
Fonte: JB - Por Delfim Neto
Ctba, 15/jul/15
Maria Prybicz

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A PERSONAGEM MARIA MADALENA!
Por Juan Arias (escritor)
 
Juan Arias, renomado especialista nos temas bíblicos, comprova a relação amorosa de Maria Madalena e Jesus e sustenta: sem ela e as mulheres talvez não tivesse sido possível a fundação da Igreja Católica

"O teólogo e jornalista Juan Arias trata as figuras de Jesus e Madalena com extrema sabedoria e uma infinidade de informações e detalhes”. El País
Por Juan Arias

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.