prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

terça-feira, 19 de outubro de 2010

NOVAS TAXAS DE JUROS?

NOVAS TAXAS? EM ALTA  - ATRAI INVESTIDORES E ESPECULADORES!
- No Brasil iniciam as reuniões do Banco Central que definem o rumo da taxa básica de juros da economia. Hoje a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) divulga o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), índice que mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos. 
- Nos Estados Unidos o Departamento do Comércio divulga os indicadores sobre o mercado imobiliário, Alvarás para Construção e Construções Iniciadas de Imóveis, que ajudam a medir o nível de atividade econômica dos EUA.
Pegos de surpresa (nem tanto) : Qual o impacto do novo aumento do IOF
- Ontem o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o mercado deveria aguardar um balanceamento natural da taxa de câmbio do Real com o Dólar. 
- Mas o governo tinha uma carta na manga: hoje aumenta novamente o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 4% para 6% para investimentos estrangeiros em renda fixa e sobre as margens de garantia nos mercados futuros. O Ministro afirmou que o objetivo é desestimular eventuais excessos de especuladores com a valorização do Real.  - Mantega acredita que a única forma efetiva de resolver a guerra cambial velada em curso no mundo seria um acordo e coordenação mundial em relação às moedas. Ele mostrou-se bastante pragmático: disse que as medidas para segurar a alta do Real devem ser cautelosas para não se usar mais remédio do que necessário.
- A solução é:
 deixar o câmbio livre!
Fonte: ADVFN Newsletter
Ctba, 19/out/10
Maria M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.