prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

"ECONOMIA E/OU ANTROPOLOGIA"

HOMEM PÚBLICO EM ECONOMIA E/OU ANTROPOLOGIA
- Pensamentos modernos de nosso Presidente elevam a sua qualidade de homem público – podendo ser comparado a um “antropólogo em sua essência” – sensibilidade para entender o ser humano – melhor ativo de uma sociedade! Não se pode separar nunca o homem da antropologia e economia, sendo este impulsionador, quase um átomo condicionante do progresso e desenvolvimento econômico (Mª M. Prybicz).
- A antropologia conquistou seu lugar entre as ciências. Primeiramente, foi considerada como a história natural e física do homem e do seu processo evolutivo, no espaço e no tempo. Essa concepção vem satisfazer o significado literal da palavra, ou seja, restringe o seu campo de estudo às características do homem físico. Essa postura marcou e limitou os estudos antropológicos por largo tempo, privilegiando a antropometria, ciência que faz as mensurações do homem fóssil e do homem vivo.
- Para Lula, apenas 60% dos brasileiros desfrutavam o sistema econômico do país, enquanto o restante da população era "deixado à própria sorte". As declarações foram feitas na abertura do encontro diante dos chefes de estado de aproximadamente 60 nações, sobretudo africanas - continente que mais enfrenta problemas de subnutrição. Para Lula, os brasileiros antes vistos como "estorvo" são, hoje, o "maior ativo" do país. O presidente voltou a criticar os que acusam os programas assistenciais de seu governo de "populistas" e "assistencialistas".
Referência: GP On Line.
Ctba, 16/Nov/09
Prof.ª Mª M. Prybicz



Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.