prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

terça-feira, 25 de agosto de 2009

"ECONOMIA"

O EQUILÍBRIO DA SOCIEDADE
- Chegou o momento em que a sociedade precisa equilibrar-se, com relação aos trabalhadores e os empregadores. Sempre foi uma relação com conflitos gerando instabilidade nas conversações e contratos de trabalho, ou seja, a exploração do homem pelo homem. Precisamos humanizar a sociedade – vamos começar olhando com carinho àqueles (os colaboradores) que prestam serviços para os demais, - porque quando se forma uma empresa as relações internas e externas são vias de mão dupla, tanto de cima para baixo e de fora para dentro - vice-versa! Afinal um necessita do outro. Portanto, devem ficar no passado remoto, as excessivas horas de trabalho exigidas pelos homens para com seus semelhantes (homens e/ou mulheres).
- A concordância com as horas extras (mesmo com pagamento de 100% da hora normal) pode ser um lucro momentâneo, mas não tem abrangência quanto ao momento econômico-social para com os demais.
- Quanto mais empregos se ofertam, mais perto chegamos do ponto de equilíbrio com referência ao “pleno emprego” e a tão esperada distribuição de renda, neste país extremamente desigual socialmente.
- Não se pode esquecer que através de mais empregos, aumenta-se a inclusão de mais e mais renda no mercado – o que impulsiona o consumo estimulando novamente a produção, voltando a circular: renda – consumo – produção – vendas – receitas – lucros. Automaticamente o empresariado é beneficiado com o retorno de seu investimento.

Ctba, 25/ago/09
Profª Mª. M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.