prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

quinta-feira, 4 de junho de 2009

PIB DA ZONA DO EURO
- A economia da zona do euro retraiu-se em ritmo maior que o inicialmente esperado no primeiro trimestre sobre igual período do ano passado, em um resultado negativo recorde devido a quedas nos investimentos e nas vendas externas. O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 4,8% ante o primeiro trimestre de 2008, pior queda da série histórica, ante leitura preliminar de recuo de 4,6%.
- O dado na comparação com o quarto trimestre foi confirmado em declínio de 2,5%.
- O gasto das famílias declinou 0,5% no primeiro trimestre sobre o quarto e 1,1% na comparação anual. O gasto das famílias mostrou, respectivamente, estabilidade e alta de 1,7%.
- A formação bruta de capital fixo, uma medida dos investimentos, declinou 4,2% trimestre a trimestre e despencou 10,4% sobre o ano passado.
- As exportações caíram 8,1% na comparação trimestral e recuaram 15,5% na anual.
- A maior economia da região, a Alemanha, liderou a performance negativa do primeiro trimestre. O PIB alemão caiu 3,8% sobre o quarto trimestre e 6,9% ante o primeiro trimestre de 2008.
- Na França, a segunda maior economia, a queda trimestral foi de 1,2% e na Itália, a terceira maior, foi de 2,4%.
- Na União Européia como um todo, o PIB declinou 2,4% na comparação trimestral e 4,5% na anual.
Petróleo
- A cotação do barril do petróleo Brent, negociado no mercado de Londres, fechou a US$ 65,80 no pregão desta quarta-feira, com baixa de 3,36% em relação ao último fechamento. Por sua vez, o contrato com vencimento em julho, que apresenta maior liquidez no mercado de Nova York, fechou cotado a US$ 66,12 por barril, configurando baixa de 3,54% frente ao fechamento anterior.
Dólar
- O dólar acompanhou o dia de pessimismo registrado no mercado internacional e teve uma forte elevação hoje, encerrando uma seqüência de oito baixas consecutivas. A moeda americana encerrou o dia com alta de 2,13%, cotada a R$ 1,964.
- É realmente todos foram atingidos pela Crise Financeira Internacional, está mais do que provado que as economias estão inteiramente interligadas globalmente!
Fonte: ADVFN Newsletter

Ctba, 04/jun/09
Profª Maria M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.