prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

quarta-feira, 6 de maio de 2009

"TAXA SELIC"

TAXA SELIC: O QUE É? COMO ELA AFETA SEU BOLSO?

- A sigla significa: Serviço Especial de Liquidação e Custódia. A taxa Selic é a taxa de financiamento no mercado interbancário para operações de um dia (overnight), que possuem lastro em títulos públicos federais, títulos estes que são listados e negociados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia.
- Esta taxa é usada para operações de curtíssimo prazo entre bancos, que, quando querem tomar recursos emprestados de outros bancos por um dia, oferecem títulos públicos como lastro, visando reduzir o risco, e consequentemente, a remuneração da transação (menor risco, menor ganho).
Muitos crêem que Selic é uma taxa fixa, mas ela na verdade é uma referência, a mesma varia todos os dias (muito pouco é verdade), tendendo a alcançar o valor estabelecido pelo Copom (Conselho de Política Monetária, órgão do Banco Central, o BACEN, o COPOM foi criado em 20 de Junho de 1996).
O Banco Central é conhecido como o “Banco dos Bancos”, devido às suas características regulatórias e fiscalizadoras das atividades das denominadas instituições financeiras captadoras de depósitos à vista, entre elas os bancos comerciais, as caixas econômicas, os bancos múltiplos com carteiras comerciais e as cooperativas de crédito.
A cada 45 dias o COPOM se reúne para decidir a taxa SELIC, o mercado fica em polvorosa para o anúncio, pois a taxa afeta diretamente a remuneração das operações em renda fixa, a Selic acaba servindo de referência para todas as demais taxas econômicas. Em situações normais a taxa Selic é mais baixa, o que, porém, nem sempre ocorre. De forma geral, quanto maior o prazo maior o ri coe, portanto, maior a taxa.
O efeito das mudanças da taxa Selic no dia-a-dia das pessoas pode ser direto ou indireto, dependendo do perfil financeiro de cada indivíduo. Um dos efeitos diretos é sobre quem investe em fundos DI, pois boa parte da carteira destes fundos é investida em papéis pós-fixados, ou seja, seguem a rentabilidade da Selic.
Assim um corte na Selic afetará diretamente a rentabilidade de um fundo DI ou de investimentos similares.
Já o efeito sobre quem tomou dinheiro emprestado é indireto e geralmente mais lento. Uma redução na Selic, em geral, leva a uma queda nas taxas de captação dos bancos e demais instituições financeiras, que, assim, teriam condições de cobrar menos pelos seus empréstimos
Não podemos deixar de lado outras variáveis nas taxas de empréstimo, tais quais: inadimplência, margem de lucro dos bancos, carga tributária, fatores estes que terão uma percepção no médio e longo prazo.
Bibliografia:
- Artigo no portal Infomoney de 18/07/2007 ( Entenda o que é e como a Selic afeta a economia brasileira e seu bolso).

Ctba, 06/mai/09
Maria M.Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.