prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

quinta-feira, 28 de maio de 2009

"RECESSÃO MUNDIAL"

CAI O NÚMERO DE MILIONÁRIOS BRITÂNICOS
- O clube de milionários britânicos encolheu pela metade, devido à queda dos preços dos imóveis, das ações e dos bônus, disse o Centro de Pesquisa Econômica e Empresarial (CEBR, iniciais em inglês).
Existem atualmente 242 mil pessoas vivendo no Reino Unido com ativos de pelo menos 1 milhão de libras esterlinas (US$ 1,6 milhão), em comparação com as 489 mil estimadas no relatório anterior do CEBR, em 2007, informou ontem o centro de pesquisa em Londres.
A crise financeira custou às famílias britânicas 1,9 trilhão de libras esterlinas de seu patrimônio desde julho de 2007, segundo um relatório divulgado em março pela PricewaterhouseCoopers . Com o prolongamento da crise do mercado de imóveis e a previsão oficial de que a recessão econômica será a pior desde a II Guerra Mundial, o número de milionários britânicos deverá continuar a cair este ano.
Essa queda "reflete o colapso do mercado imobiliário, a queda dos valores das ações e o declínio, de 70%, dos bônus da City", o setor financeiro de Londres, disse o principal executivo do CEBR, Douglas McWilliams.
"Com os preços dos imóveis se aproximando do ponto mais baixo (a partir do qual começa a recuperação), nossa previsão é que o número de milionários comece a crescer novamente em 2011", afirmou McWilliams.
Outros analistas são mais pessimistas. A Savills disse em 1 de maio que o mercado imobiliário poderá não se recuperar antes de 2012, um ano depois do projetado anteriormente, com o aumento do desemprego e a contenção do consumo resultante da atual crise.
- Na minha visão a recuperação da Economia Mundial e Inglesa poderá retornar ao seu patamar inicial somente em 2020!
A10(Gazeta Mercantil/1ª Página - Pág. 1)(Svenja O’Donnell Bloomberg News)
Ctba, 28/mai/09
Maria M.Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.