prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

sexta-feira, 15 de maio de 2009

AS DETERMINAÇÕES DA “CRISE FINANCEIRA”.

FUSÃO ENTRE PERDIGÃO E SADIA CRIARÁ A BRASIL FOODS

- Agora se tornou oficial: em comunicado que deverá ser registrado sob fato relevante na CVM ainda nesta sexta-feira (15/05), a Perdigão e Sadia informam que irão fundir suas atividades numa nova empresa denominada Brasil Foods. Esta nova companhia irá desbancar a Bunge Alimentos da primeira posição da maior empresa do setor. A CVM já enviou um comunicado informado que está analisando com cautela as estranhas movimentações realizadas pelas ações da Perdigão e Sadia nos últimos dias.
ATRAVÉS DA “CRISE FINANCEIRA” - RESULTADOS CORPORATIVOS

- O UOL registrou neste primeiro trimestre um lucro líquido de R$ 36,8 milhões, o que significou uma alta de 50% em relação aos resultados do primeiro trimestre de 2008. A Positivo Informática divulgou um tombo de 81,9% em seus resultados ao somar R$ 8,6 milhões em lucros líquidos. A Sadia divulgou um prejuízo de R$ 239,2 milhões neste primeiro trimestre, contra um lucro líquido de R$ 248,3 milhões no mesmo período do ano anterior. A Perdigão, no mesmo caminho, registrou prejuízos de R$ro líquido da operadora Oi despencou 98,1%, ficando em R$ 10,8 milhões. A Cemig reportou um lucro líquido 31,4% menor ao somar R$ 336,2 milhões neste primeiro trimestre. A CSN registrou um lucro líquido R$ 369 milhões, o que significou uma queda de 52% em relação ao mesmo período de 2008. A Usiminas reportou um prejuízo de R$ 111,8 milhões, contra um lucro líquido de R$ 712,9 milhões registrados ano passado. O lucro do Banco do Brasil sofreu uma queda de 29,1% ao somar R$ 1,665 bilhões neste último trimestre.
- A recuperação da economia global e nacional está com tendência de normalização no decorrer dos próximos anos!

Fonte: ADVFN Newsletter

Ctba, 15/mai/09
Maria M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.