prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

ECONOMIA PETROLÍFERA"

NOVAS TECNOLOGIAS ADOTADAS PELA PETROBRAS, INTERFEREM NA OBTENÇÃO DE NOVOS CONTRATOS E ATUAÇÃO NO GOLFO DO MÉXICO
- Petrobras informou na noite desta quarta-feira, dia 27, que exerceu o direito de preferência para a aquisição dos 50% de participação da Devon Energy Corporation (Devon) no campo de Cascade, localizado na parte americana do Golfo do México.
  Segundo nota da estatal brasileira, o direito de preferência constava do contrato de parceria em vigor firmado entre a Petrobras e a Devon e os contratos devem ser executados no prazo de até 60 dias. Com a operação, a companhia brasileira passará a deter 100% de participação no Campo de Cascade.
  O Campo de Cascade vem sendo desenvolvido em conjunto com o campo de Chinook, ambos operados pela Petrobras. Em Chinook, a empresa tem participação de 66,7% e atua em parceria com a Total S.A., que detém 33,3% da participação.
  Segundo a Petrobras, para o desenvolvimento conjunto dos campos de Cascade e Chinook a empresa já obteve a primeira licença para usar uma plataforma do tipo Floating Production, Storage and Offloading – FPSO para operar no Golfo do México. O FPSO BW Pioneer é esperado para entrar em operação em meados de 2010.
  Essa será a primeira vez que uma plataforma deste tipo opera no Golfo do México, área sujeita a furacões e vendavais. A utilização deste tipo de unidade permitirá que a estatal brasileira desenvolva um projeto elaborado para a área e que permite que a boca do poço seja fechada e a plataforma retirada da região sujeita a furacões e trazida de volta tão logo a tormenta passe – o que minimizará o tempo em que o campo ficará sem produzir.
Fonte: JB On Line
Ctba, 28/jan/10
Prof.ª Mª M. Prybicz



Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.