prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

"ECONOMIA E INVESTIMENTOS EM NOVAS TECNOLOGIAS"

APL’s COM A POLÍTICA NACIONAL
- O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) está produzindo uma base de dados para evitar que as próximas iniciativas de apoio a Arranjos Produtivos Locais (APL’s) comecem do zero. De acordo com Marcos Otávio Prates, do Grupo de Trabalho Permanente para Arranjos Produtivos Locais (GTP/APL’s), ligados ao MDIC, o governo está empenhado em vincular os APL’s à política industrial. “Na siderurgia, estamos estudando a condição técnica de funcionamento com mais carvão” exemplificou. Na construção civil, onde produtividade é baixa, Prates quer aplicar a chamada coordenação modular, que consiste na fabricação de materiais sob medida, ou seja, pré-fabricados, que agiliza a obra e evita desperdício.
  “A tendência da construção é transformar-se em um sistema de montagem, o que exige modernização de todo o parque produtivo nesse segmento. Vamos fazer APL’s para atingir esse objetivo”, disse, acrescentando que tal iniciativa depende de uma política pública nacional.
  Outro exemplo é o da Embrapa com relação aos caprinos. O Brasil importa 80% do que consome no segmento de ovinocaprinocultura. A Embrapa tem um estudo de toda a cadeia e os concorrentes para estabelecer uma política pública – demorou! Sobretudo, o Nordeste. “O desafio é conjugar políticas nacionais com intervenções regionais - locais.
Fonte: Revista Rumos – Economia e Desenvolvimento Os Novos Tempos.
Ctba, 27/jan/10
Prof.ª Mª M. Prybicz

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.