prybiczmaria@gmail.comFollow by Email tyle>.ig-b- { display: inline-block; } .ig-b- img { visibilit

quarta-feira, 16 de julho de 2014

INVESTIMENTOS...
BANCO DOS BRICS DE US$ 100 BILHÕES!
Os chefes de Estado dos países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) aprovaram nesta terça-feira (15/07) a criação de um Banco de Desenvolvimento exclusivo do bloco, além de um fundo emergencial de US$ 100 bilhões de ajuda mútua para situações de crise financeira. Os órgãos irão financiar projetos de infraestrutura e de desenvolvimento para as cinco economias emergentes que somam um quinto do PIB global e 40% da população mundial.
- A primeira presidência rotativa do banco ficará sob responsabilidade da Índia; o Brasil cedeu à aspiração de assumir o primeiro mandato de cinco anos, embora Dilma Rousseff tenha dito, posteriormente, que foi a Índia quem propôs inicialmente a criação do banco e, por isso, ficou naturalmente com a primeira presidência rotativa. Além disso, a sede da instituição financeira será na cidade chinesa de Xangai e o primeiro escritório regional será localizado na África do Sul — o Brasil chefiará a primeira equipe de diretores e a Rússia, a primeira equipe de governadores.
- "Será uma espécie de rede de proteção aos países do Brics", acrescentou Dilma. Em contraposição às políticas econômicas europeias e norte-americanas, a presidente brasileira ainda disse que as novas instituições financeiras do bloco "beneficiarão os países emergentes e os em desenvolvimento". Após a assinatura do acordo para sua constituição, o Banco do Brics terá que ser aprovado pelos parlamentos dos cinco países. A princípio, o banco terá um capital de US$ 50 bilhões, totalizado pelo investimento inicial de US$ 10 bi de cada membro do bloco.
Fonte: Opera Mundi - Ctba, 16/jul/14 - Maria Prybicz.

 

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Economista/Professora/Escritora de Blog e outros; Disciplina: Gestão de Negócios; - Autonomia em Consultorias em Geral.